quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Parada Cultural

Quem é morador de Brasília já deve ter se acostumado com a visão de estantes recheadas de livros nas paradas de ônibus das avenidas da cidade. Mas nem todo mundo conhece a história do idealizador desse projeto: Luiz Amorim, proprietário do açougue cultural T-Bone. O Luiz provavelmente não se recorda de mim, já que eu o conheci ainda muito pequeno, acompanhando meu pai em suas constantes visitas ao açougue da 312 norte, nas quais ele aproveitava para, além de comprar a carne cortada do jeito que ele gostava, conversar muito sobre a política e a situação do Brasil com o Luiz, à época açougueiro e, tal qual o meu coroa, um idealista de esquerda.


Apaixonado pela leitura e um empreendedor nato, Luiz, hoje empresário e um verdadeiro agitador cultural da nossa cidade, acabou adquirindo o açougue e colocando ali uma estante para empréstimo de livros aos clientes e à população em geral. Estava criado o Açougue Cultural T-Bone, hoje parte integrante da agenda brasiliense de difusão das artes e da cultura. Lá, nas noites em que há programação, é possível encontrar do morador da comercial ao senador da República, sentados para ouvir a declamação da poesia de algum artista local.


Não bastasse isso, o acervo de livros aumentou de forma expressiva com as inúmeras doações de instituições e da população, e a idéia de Luiz de propagar a cultura, de forma a torná-la acessível por toda a população, foi materializada com a criação do projeto Parada Cultural - esse que nós vemos nos pontos de ônibus. Com a sua idéia, Luiz está conseguindo levar muitas pessoas do ócio à cultura, da irritação pela espera a uma verdadeira viagem pelo mundo do conhecimento. Provavelmente, está ajudando a construir histórias de sucesso como a dele e dando a sua contribuição para o País melhorar. Eu dou lá a minha ajudinha, deixando bom material sobre administração pública e alguns outros assuntos nas paradas de ônibus próximas ao Pão de Açúcar da 508/509 norte. Vale a pena dar uma passadinha por lá ou fazer a sua contribuição em qualquer Parada Cultural!

3 comentários:

Emmanuella Murussi disse...

Realmente o Luis tem feito um grande trabalho para a população braziliense! São atitudes assim que nos fazem lembrar que a responsabilidade de trazer cultura à população não é só do governo, e sim, de todos nós!
Precisamos de mais empresários como o Luis em todo o Brasil.
Ah, e eu também dou minha contribuição quando alguém me pede para deixar o "bom material sobre administração pública e alguns outros assuntos" na parada de ônibus do Pão de Açúcar, hehehe...
Beijos meu amor!

. disse...

Ei, onde eu vivo q nunca soube disso,.. =/

Parabéns para quem faz acontecer! Gostei desse post, ouviu amigo??? Novidade sempre é bom, continue com isso!

Eu ajudo com livros tmb!! Dôo para bibliotecas públicas que por sinal estão em péssimas condições desde suas instalações, defasagem de livros ou total falta deles, abandono total, e no quesito atendimento – ah! Deixa p lá não vou falar do que não existe!
To quase acreditando que tudo que é público é de quinta categoria, a ultima coisa a se pensar, e isto é problema cultural, social e administrativo!! Falta de leitores a procura é que não é e já olhou a tabela de preços de livros um absuuurdo??? Enfim,.. aff

André Dutra disse...

Mestre Alex, muito bom ler sobre cultura nesta cidade (que deveria ter muito mais cultura, somos a Capita Federal, oras!).

Sou leitor de alguns titulos oferecidos nas paradas de onibus. Infelizmente, amigos pegam e me emprestam, pois nao pego onibus no Plano Piloto e no Cruzeiro nao temos esta alegria =)

Engracado o timing do seu post, pois as pessoas comecaram a me indagar sobre cultura, depois de meu ultimo post. Eh um tema a ser tratado, pois carecemos demais de vida cultural, em todos sentidos, nessa nossa querida cidade!

Desculpe a falta de acentuacao, estou numa pessima maquina hehehe

Grande abraco! Otimo post, como sempre!